Honda ou Yamaha? Veja qual marca escolher!

Quem está procurando por um modelo ideal de motocicleta, com certeza, vai se deparar e algum momento com a dúvida: Honda ou Yamaha? As duas montadoras são líderes de venda no país e para saber qual a melhor marca, confira as informações a seguir e descubra

Honda

Tanto a Honda quanto a Yamaha estão trazendo novidades de lançamento de motos 2020, e o público já se vê em um dilema para escolher as suas favoritas. Assim como qualquer outro produto e serviço, essas marcas vão ter vantagens e desvantagens.

Por exemplo, se a sua prioridade é o design da motocicleta, vale a pena mencionar que a Honda é uma das marcas que mais investem nesse setor. O visual das motos sempre traz um ar adequado para o modelo, se destacando entre outras montadoras.

Um outro ponto bem interessante sobre a Honda é em relação ao preço de manutenção. As motocicletas da montadora possuem um custo mais em conta no mecânico, isto porque as próprias peças têm um valor de mercado acessível.

É preciso destacar ainda,  cumprimento da legislação na hora de lançar um modelo. A Honda é conhecida por seguir corretamente as leis de segurança e mecânica, além de estar sempre buscando inovar nesse setor e trazer conforto para os motociclistas.

Yamaha

A Yamaha estará vindo com grandes tendências para o mercado esse ano e por isso, quem pretende trocar de motocicleta já está se perguntando se vale a pena investir na marca. Bem, a Yamaha é uma das montadoras que mais vendem no país e possui grandes vantagens para o motorista.

Vamos começar falando do design da motocicleta, um ponto importante para quem quer desfilar com seu veículos nas pistas. As motos da Yamaha não possuem um visual tão moderno, mas investem bastante em tecnologia, o que é interessante para quem visa mais qualidade.

Apesar das peças serem um pouco mais caras no mercado, vale enfatizar que o motorista pode encontrá-las facilmente, mesmo para os modelos menos populares. O investimento na parte mecânica também torna os modelos da Yamaha mais funcionais e algumas pessoas até defendem que eles são mais resistentes.

É preciso ressaltar ainda a questão do seguro para a sua motocicleta. A Yamaha é conhecida por proporcionar um dos seguros mais baratos do mercado e essa é uma das maiores vantagens para o motorista, que pode encontrar serviço de qualidade pagando bem menos do que pagaria no caso da Honda.

7 cursos rápidos para começar a trabalhar em casa

Uma das categorias de emprego que mais tem crescido ultimamente é a de trabalho independente. Cada vez mais pessoas estão buscando se especializar em uma área para começar a trabalhar em casa. 

Se você faz parte desse público interessado e serviços independentes, vamos apresentar 7 cursos rápidos para você desenvolver uma profissão e trabalhar em casa. Confira abaixo:

1 – Manicure

O curso de Manicure é bem recomendado para quem quer trabalhar em casa. Além disso, tem a possibilidade de atender a domicílio e trabalhar em salões, se o profissional desejar. O curso pode ser encontrado em instituições como o SENAC 2020 e está entre as capacitações recomendada para quem quer começar a atuar em pouco tempo.

2 – Cabeleireiro

Um outro curso extremamente recomendado para quem quer começar a trabalhar para si mesmo em um curto período de tempo é o de Cabeleireiro. A profissão dificilmente deixa de estar em alta e disponibiliza várias especializações para o estudante, como a Colorimetria, por exemplo.

3 – Confeitaria

A Confeitaria é uma das muitas áreas da Gastronomia e pode ser um jeito refinado de começar uma nova profissão. Isto porque, o mundo dos doces está sempre se atualizando e trazendo coisas novas para o público alvo. E vale mencionar que muita gente tem buscado a especialização para abrir o seu próprio negócio em casa, utilizando as redes sociais para divulgação.

4 – Marketing Digital

As profissões relacionadas a tecnologia são as mais promissoras para os próximos anos e por isso, quem quer fazer uma carreira e trabalhar ao seu modo, pode considerar a formação de Marketing Digital, uma profissão que permite muitas possibilidades para os estudantes da área.

5 – Artesanato

O Artesanato é interesse por poder tomar direcionamentos diferentes e por isso, e uma área ampla e que pode praticada em casa. Mas vale lembrar que os períodos de mais lucro do ano são aqueles festivos, como São João e Carnaval.

6 – Depilação

A estética é, sem dúvidas, um campo extenso que possui várias especializações distintas. Muitas pessoas têm buscado se formar na área da depilação, que permite tanto atender no seu próprio espaço ou ir até as clientes. Vale acrescentar, que também é possível trabalhar em spas e salões.

7 – Maquiador 

E uma área que tem feito muito sucesso e levado a outras carreira, como é o caso dos blogueiros maquiadores, é o curso de Maquiador. A formação dura pouco tempo e permite muitas atuações diferentes para o profissional. É possível trabalhar em casa, ensinando as técnicas em cursos rápidos ou até fazendo um perfil na internet.

Logotipo e logomarca: Entenda de uma vez por todas a diferença

Muitas empresas atualmente lutam cada vez mais por espaço no mercado para que assim, possam colocar suas marcas entre as mais importantes e desse modo, angariar cada vez mais clientes.

Por isso, é muito comum que as empresas mais famosas do mundo possuam uma logomarca e um logotipo bastante marcantes. Para que assim que uma pessoa veja, possa identificar qual a empresa. Porém, existem muitas dúvidas sobre a diferença entre estes elementos e suas funções.

Logotipo e logomarca

Hoje para que uma empresa possa ser reconhecida no mercado e principalmente pelos seus clientes, é preciso fazer a confecção de uma logomarca e um logotipo.

Estes elementos se tornaram hoje essências para todas as grandes empresas do mundo. Por meio destes elementos gráficos todas as pessoas podem identificar a empresa da qual está sendo representada nestes elementos.

Por isso, quando uma empresa decide criar um logotipo e logomarca, este é um grande processo. Afinal, serão estes elementos que definirão toda a identidade visual da empresa para o mundo a partir deste momento, assim, podendo influenciar em seus negócios para bem ou para o mal.

Diferença entre logotipo e logomarca

Mesmo que o logotipo e a logomarca sejam algo de extrema utilização no mundo capitalista, muitas pessoas não fazem ideia da diferença que cada um destes elementos possui.  

Em fato, é comum encontrar pessoas que acreditam que logomarca e logotipo são a mesma coisa, ou palavras sinônimas. Porém, estes elementos gráficos possuem uma grande diferença entre si.

Desse modo, a principal diferença entre logotipo e logomarca é de que esses elementos se complementam, porém, não precisam estar juntos para formar a identidade visual de uma empresa.

Entenda melhor a diferença entre logotipo e logomarca abaixo:  

  • Logomarca

A logomarca em si, nada mais é do que o desenho, ícone ou gravura que representa a identidade visual de uma empresa.

Ou seja, a logomarca é o desenho que vemos nos Outdoors como a concha da empresa petrolífera Shell, ou a maçã da Apple.

Abas empresas são facilmente identificadas pelas pessoas apenas pelos símbolos que as representam, sem a necessidade de uma identificação por escrito.

  • Logotipo

Já o logotipo, é a parte escrita presente na logomarca. Ou seja, seria como a Coca-Cola, empresa que tem como identidade visual o próprio nome, porém feito de uma maneira mais estilizada.

Desse modo, a logomarca e o logotipo possuem diferença por um ser a parte escrita e o outro o símbolo. Sendo que ambos podem vir sozinhos ou acompanhados, como no caso do Youtube que possui ambos os elementos.

Como escolher o nome da sua empresa: 5 ótimas dicas!

Entre todas as decisões importantes para o empreendedor uma das principais  é a escolha do nome. Colocar um nome errado pode ser, um problema para a consolidação da sua marca, é preciso otimizar as buscas pelo seu produto até fechar os negócios com clientes parceiros.

De todos os elementos, documentações e decisões necessárias de uma jornada de como abrir uma empresa, provavelmente o nome, como já falado anteriormente, é uma das tarefas mais difíceis de executar. Hoje, somente em nosso país existem um pouco mais de 18 milhões de empresas. Imagine criar algo que não existe? Porém, não se preocupe, iremos ajudar você cumprir esta difícil tarefa.

O que pode ser considerado “um nome errado”? Esta resposta é simples de responder, aquele que não tem apelo entre os consumidores, que é difícil de pronunciar ou soletrar, também aquele nome que parece muito com o nome das concorrentes.  É realmente difícil, disso nós sabemos, porque existem vários questionamentos em relação a essa tarefa de escolher o nome do seu negócio. Alguns questionamentos são: “Será que meu negócio será regional, nacional ou internacional?” ou até mesmo “Coloco um nome em português ou inglês?”

Anote estas 5 dicas de como escolher um nome para seu negócio:

1. Posicione sua marca. Deixar claro a que sua empresa se dedica pode ser a chave para a escolha de um nome simples e funcional.

2. Estabeleça uma relação emocional com o consumidor. Nomes que podem ser associados a sensações ou que remetem a alguma experiência do cliente têm maiores chances de criar engajamento com a empresa. É o caso da Kodak, cujo nome remete ao funcionamento do obturador das máquinas fotográficas e pode ser pronunciado em qualquer idioma.

3. Seja criativo. Nomes como Google, Yahoo e Submarino são exceções no mercado quando se pensa em objetividade, mas ao mesmo tempo possuem qualidades que precisam ser levadas em consideração: pronúncia simples e exclusividade. Palavra curta também é um ponto positivo na escolha.

4. Procure não ser só mais um na lista de nomes do seu segmento. No caso da aviação internacional é comum que os nomes das companhias sejam muito parecidos, como é o caso de American, Southwest e Alaska Airlines. No Brasil, a tendência é outra e contribui para a formação da identidade das marcas.

5. Considere quais plataformas vai usar. Por fim, não esqueça de verificar a disponibilidade de usar um domínio na web para o seu novo negócio e saiba como otimizar o seu site a partir da URL escolhida. Pensar nisso pode fazer toda a diferença na hora de facilitar as buscas dos seus consumidores online.